top of page

Polícia guineense dispersa vigília de profissionais da rádio pública contra censura e assalto ao órgão

A polícia da Guiné-Bissau dispersou uma vigília de trabalhadores da Radiodifusão Nacional (RDN) nesta segunda-feira, 11, na capital, em protesto contra a censura e o novo diretor do órgão, Mama Saliu Sane, que assumiu o cargo sem ser nomeado.



"Na passada quarta-feira, o senhor Mama Saliu Sane, antigo diretor-geral, chegou aqui com polícias e mandou reunir o "staff" que o diretor-geral, Baio Danso, nomeou e disse-nos que a partir daquele dia ele é que é o diretor-geral da Rádio Nacional", disse Filomena Tavares, membro da direção da RDN, quem reiterou que ele não foi “nomeado por ninguém".


Comments


bottom of page