top of page

Uma igreja católica foi vandalizada na Guiné-Bissau

A vandalização de uma igreja católica na cidade de Gabú, no leste da Guiné-Bissau preocupa a sociedade guineense. Todo o interior da igreja foi destruída. O padre Paulo de Pina Araújo, da Diocese de Bafatá, que alberga a Paróquia Santa Isabel, afirma que o sucedido deve ter sido motivado pelo odio, visto que nada foi roubado.

É a primeira vez que se sucede um ataque do género no pais, que não regista nenhum caso de vandalismo contra lugares de culto, nem conflicto inter-religioso. O Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, desvalorizou o sucedido, mas a sociedade civil apela as autoridades policiais a investigar o caso. A Confederação Nacional da Juventude Islâmica da Guiné-Bissau condenou também este ato de violência e exigiu a responsabilização das pessoas envolvidas.


Fonte: DW África

Leia o artigo inteiro aqui.

Comments


bottom of page